quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Hei...esperança...vá na frente.

É muito difícil quando somos obrigados a mudar de rumo, a traçar novas estratégias, rever conceitos, reavaliar nossas ações e atitudes, principalmente quando essa mudança não depende de nossa decisão e representa uma perda, muitas vezes avassaladora.

E agora?

O que fazer?

Se for preciso parar para sofrer por um tempo, sofra, pare, pense, sente, chore, exorcize essa dor. Parar é preciso até para  delinear novos planos, só não faça amizade com essa situação, não alimente a sensação de fracasso que queima o seu coração. 

Transforme esse sofrimento em possibilidade de crescimento, isso faz parte do amadurecimento.

Pare sim, mas peça à esperança que siga em frente e vá preparando o caminho para a SUA chegada. Afinal o amanhã sempre vem para oxigenar as nossas vidas.

Prepare-se para o novo....


Simples assim.