domingo, 27 de outubro de 2013

Mosaico de celebrações "pelos olhos e pelo amor de quem verdadeiramente nos ama." .

"Celebrar a vida, celebrar a rosa da memória, não é outra coisa senão nós colocarmos os valores diante de nós; o valor que cada pessoa representa. Assim como uma rosa representa um detalhe de beleza no meio de um jardim. Fazer aniversário tem que ser isso: é o momento que a gente começa a prestar atenção naquilo que de fato é essencial na nossa vida. É a oportunidade que nós temos de sermos devolvidos pelos olhos e pelo amor de quem verdadeiramente nos ama." 
(Padre. Fábio de Melo)


Não sou muito boa em montagens como vocês podem conferir, mas sou boa em reconhecer que a família é tudo, pelo menos na minha vida, e humildemente montei esse mosaico de celebrações para justificar o poema acima, busco na verdade mostrar essas pessoas tão importantes na minha trajetória, "pelos olhos e pelo amor de quem verdadeiramente nos ama." .
No mês de outubro abre-se a temporada de aniversários em nossa família, começando no dia 19 com o meu cunhado Josué, passando pelo dia 21 que é o dia da minha mãe, no dia 25 é o da minha irmã caçula Marta, esposa do Josué e no dia 26 é o da nossa caçulinha Mariana.
Louvado seja Deus por suas vidas, e as celebro como um dom, um presente, são pessoas incríveis que em muito contribuem para que esse nosso "mundo, vasto mundo" seja muito melhor, com seus dons e carismas, cada um com o seu jeito de ser: a Marta com o seu sorriso e rosto meigos, sua gargalhada encantadora e a sua força tão necessárias nas "noites escuras" que eles atravessam sob a "paz inquieta do Senhor", o Josué, homem da Palavra de Deus que se deixa usar na missão de Pastor que orienta e leva a fé em dias melhores mesmo quando os seus não acontecem tão bons assim. E mais do que pregar sobre a fé, a esperança,a graça e a misericórdia do Pai Eterno ele as vive na carne todas as vezes que fica ligado em uma máquina  que faz o papel dos seus rins que estão muito cansados. Eu louvo a Deus por sua vida meu cunhado, a cada dia, a cada segundo por seguires firme nessa travessia e te agradeço por ser esse pai amoroso, carinhoso, briguento, chato, mas muito presente na vida dessas duas joias que você e a minha irmã nos presenteou.
Agora, o que falar da minha mãe? Tudo em nós a revela. A sua força, a sua garra, a sua chatice, implicância, mas o que mais a define é a forma como luta para que a vida seja melhor, não se abateu nem mesmo quando passou por um câncer de mama, por isso divulgo tanto o outubro rosa, sabemos o que é viver essa situação. Hoje aos 77 anos ela esbanja beleza e deixa todos embevecidos com a sua força testemunhando com a sua história "que tudo "podemos" naquele que nos fortalece"(Fl 4,13).
 Creio que nem a eternidade será suficiente para dizer-lhe o quanto a amo e me orgulho dela, espero sinceramente que ela saiba disto.
E essa menina chamada Mariana, cujo nome teve origem no nome de Nossa Senhora e de sua mãe Maria+Ana, de tão especial foi o anúncio do seu nascimento. Me apaixonei por ela assim que soube que nasceria e uma semana antes sonhei com uma menininha linda, que já tinha bastante cabelo e ela já mais crescidinha, e foi exatamente assim que ela nasceu, por volta das 17h00 daquele dia 26/10/2000. 
Tive a alegria de participar da vida dela durante seus primeiros 5 anos e foi muito divertido.
 Curtir cada palavra, cada gesto, cada descoberta foi muito gratificante....falava "tabelinho", tasa, "tá petado", e a tarde que ela ajoelhadinha no sofá gritava pela janela "o tenho(trem) táde(cadê) você, eu vim aqui só pra ti ver", inesquecível. Cresce essa menina em graça e sabedoria, cada dia mais linda e há 13 anos vem alegrando as nossas vidas.
Isto é o que eu tenho para hoje, precisava homenagear essas pessoas que carregam em si como a "rosa da memória" muito a meu respeito e sou uma pessoa melhor por tê-las em minha vida.

Que Deus abençoe a todos que celebram o dom de suas vidas também neste outubro.

Simples assim.