sábado, 23 de agosto de 2014

No imponderável do talvez,


Viver é transitar incessantemente entre o sim e o não mas só se realiza no imponderável do talvez.

Simples assim.