quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

A alma alongada.

A alma se alonga, espicha aqui, espicha lá,  respira bem fundo e decide esperar,  novamente esperar mergulhando num tempo atemporal e mágico que se chama ilusão

É nele que reside a expectativa das infinitas possibilidades. 

Simples assim.