quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Bagagens desnecessárias.





E caminhando se segue carregando, carregando e carregando um passado que insiste em ficar como uma pedra de tropeço e de atraso.
É preciso seguir em frente e enfrentar o que atrapalha a chegada do futuro, que nada mais é do que o HOJE em nossas vidas que precisa ser vivido e vivenciado para gerar frutos e parâmetros para novas vivências produtoras de novas histórias.
É preciso seguir se libertando dos pesos e dos galhos que pesam e dificultam o caminhar.
Simples assim!