domingo, 10 de julho de 2016

Brevidade na finitude.

Infinito mesmo se for breve, o que importa é a intensidade.
Seja o bem da e na vida de alguém. Bommmmm tuuuuuudooooo!
Simples assim!