quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Tecendo a vida.


De erro em erro, superação em superação, recomeços e recomeços vamos vivendo e combatendo as impossibilidades e aproveitando as oportunidades. Ora nos sentindo combalidos(as) e cansados(as), ora fortes e vitoriosos(as). E como num tear damos um ponto e desfazemos outro, mas a arte supera o cansaço e enfeita a vida de quem nos observa.
Nascemos para aprender e, acima de tudo, testemunhar que vale a pena, sempre e tudo, mesmo apesar de....
Nada, nada é ou será desperdiçado.
Nunca.
Simples assim!
Bommm tuuuudoooo!
💋🙋🏽‼⁉🎉🙏🏾